Mistérios e Segredos do Sítio Casarão

Mystery and Secrets of the ranch townhouse

PARA ONDE VAI O DINHEIRO?

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

EM NOVEMBRO: CHORINHO, RAZÕES PARA SER BONITA, A VIDA SEXUAL DA MULHER FEIA, TAMO JUNTO e A FÁBRICA DE BRINQUEDO DE PAPAI NOEL,


CURSO DE AUXILIAR DE LABORATÓRIO!!!


POR QUE MEUS PROJETOS NÃO SÃO APROVADOS?


FORUM NACIONAL DA JUVENTUDE PELA SUSTENTABILIDADE!

GANDAIA TERÁ MARK DIAS!!!

ACOMPANHE O EVENTO NO FACEBOOK!

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

INTERNET NO BRASIL: A MAIS CARA E A MAIS LENTA, DO MUNDO!!!

Um terço dos brasileiros conectados em casa

Cerca de 33% dos brasileiros têm acesso à internet em casa, e quase a metade deles utiliza banda larga. Esse número deixa o Brasil em 63º lugar, em ranking de 154 países, na avaliação do número de pessoas com acesso domiciliar à internet. Não é grande coisa se comparando com a Suécia, que lidera o ranking com 97% dos domicílios estando conectados à rede. E é mais uma daquelas incoerências do nosso grande Brasil, que mostra muitas vezes como sabe deixar seu povo na mão. 

A pesquisa foi realizada pela Fundação Getúlio Vargas. Para os estatísticas referentes ao Brasil, a pesquisa usou dados do Censo 2010, do IBGE. Segundo os dados, a cidade de São Caetano do Sul, no ABC paulista possui o maior índice de PC’s conectados nos lares, com 69%.  O estudo ainda indica que dos brasileiros que acessam a internet em casa, 46,92% utilizam banda larga. Dos que não acessam em casa, 35,11% usam centros públicos de acesso pago (lan-house),  31% acessam no trabalho, 19,7%  usam em casa de amigos e parentes e 17,5% entram na web na instituição de ensino. O acesso público gratuito é utilizado por 5,52% da população. 

Com a web, temos muito mais informações disponíveis que em qualquer outra época. Trata-se de uma ferramenta com inúmeras possibilidades, servindo-nos na mediação de informações, músicas, vídeos, imagens, games. O meio virtual possibilita uma maior democratização do conhecimento, o usuário tem gratuitamente um acesso a uma quantidade quase infinita de dados. Porém, apesar das estatísticas mostrarem um crescimento da internet no país, fica claro também que as classes mais pobres estão bem menos conectadas a rede que as mais ricas.  

No Rio de Janeiro, por exemplo, 56% de domicílios têm acesso à internet. Na Barra da Tijuca, bairro nobre da zona oeste, esse índice chega a 94%. Já na pobre favela vizinha, o Rio das Pedras, surge o menor índice da cidade (21%).

Internet mais cara do Mundo

Ninguém no mundo gasta tanto com internet quanto o Brasil, seja ela fixa ou móvel. 

De acordo com um estudo da UNCTAD (Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento) divulgado no final de maio, para usar a internet convencional através de um pacote ilimitado, cada Megabite por aqui custa US$ 61 .Enquanto isso, a Turquia vende 2Mbps de internet por US$ 30. O Vietnã tem 1,5 Mbps a US$ 8,72, sendo que estes países cobram US$ 15 e US$ 6 pelo megabit, respectivamente.

A segunda conexão média mais lenta de todo o mundo foi constatada numa cidade brasileira. Itapema, em Santa Catarina, tem velocidade de 61 Kbps, e só não ficou em último porque a cidade de Algiers, na Argélia, oferece o acesso a 56Kbps.

Quando o assunto é web móvel a coisa não melhora. O megabit móvel brasileiro sai por US$ 51. No Quênia, paga-se US$ 4; no Marrocos, US$ 7; no Vietnã, US$ 2; e na Turquia, US$ 3. E não vou entrar aqui no mérito do celular, pois nós brasileiros somos também os que mais pagamos no mundo quando o assunto é telefonia celular. Um grande orgulho, não? Mas o que dizer, somos um povo que sabe ser explorado.

 Internet essencial

Uma outra pesquisa dá dimensões da importância cada vez maior que a internet tem para o brasileiro: 82% dos brasileiros com acesso a internet consideram a web uma ferramenta indispensável e essencial para a sobrevivência. “Este é considerado o meio de comunicação mais importante pelos entrevistados. As pessoas incorporam a internet no dia a dia. Muitos jovens nem conseguem avaliar o nível de importância das ferramentas online porque a web faz parte da rotina diária dessas pessoas”, comenta Fábio Coelho, que apresentou o estudo e é presidente do Google no Brasil e da rede de associações Interactive Advertising Bureau (IAB). Mas vale citar que o questionário foi feito por email, com entrevistados que (obviamente) utilizam a internet no seu dia-a-dia.

Segundo Coelho, 36% das pessoas navegam diariamente na internet durante aproximadamente 2h. Outros 42% dos internautas passam mais de 2h online todos os dias. “A web é a principal mídia usada para gerar relacionamento entre as pessoas. O brasileiro é muito conectado e gosta de se relacionar”, diz o presidente. Ainda na mesma pesquisa, 25% dos participantes afirmam que passam o tempo livre assistindo a TV.

Na universidade (em muitos casos), estar conectado a rede se tornou uma necessidade básica e organizacional. Para Vicente Prado Nogueira, que tem 22 anos e é estudante de jornalismo da UFRGS, a internet e elencada como a ferramenta mais utilizada em sua rotina diária. “A rede virtual é a biblioteca das novas gerações. Para qualquer coisa que precisamos saber, a primeira referência em pesquisa que surge é sempre o Google, fazemos longas e aprofundadas pesquisas na velocidade de um clique, os temas relacionados aparecem linkados. O acesso aos emails também é um processo vital para a organização e o cumprimento de tarefas de uma pessoa do século XXI,  se inserindo em nosso trabalho, na universidade e na nossa vida no geral. Isso sem contar o Facebook, que faz muitas pessoas levarem mais a sério a amizade virtual do que os amigos reais. Tem ainda o Twitter, que e parece mais um disseminador de ideias e pensamentos”, indica o estudante.
 
Internet Brasileira: uma das mais lentas do mundo

A velocidade da internet brasileira é uma das mais lentas do mundo. Segundo pesquisa da Akamai, uma empresa especializada em infraestrutura de rede, a velocidade média da web brasileira é de 1,8 megabit por segundo (Mbps), enquanto a mundial é de 2,3 Mbps. A Akamai mediu a velocidade da internet em 50 países. E a média registrada no Brasil deixou o país na 40ª posição da pesquisa, atrás de países como Letônia e Romênia. 

O primeiro lugar ficou com a Coreia do Sul, onde as pessoas acessam a internet com uma velocidade média de 17,5 Mbps – ou seja, quase 10 vezes mais rápida que a do Brasil.

A discrepância entre os países é causada pelas diferenças na infraestrutura de rede. Enquanto as operadoras da Coreia do Sul oferecem o serviço de banda larga em alta velocidade por todo o país, as operadoras daqui a oferecem somente em capitais. A maioria dos municípios ainda oferece apenas links de 1 Mbps ou de 512 Kbps. Em algumas regiões remotas do norte brasileiro, por exemplo, as conexões de banda larga ainda não ultrapassaram os 256 Kbps.

As operadoras têm feito investimentos modestos em banda larga e o governo está ampliando o PNBL, projeto que visa espalhar cabos de fibra ótica por todo o país e baratear o preço do serviço de internet rápida. Apesar dos esforços, as iniciativas não deverão ajudar o Brasil a subir muitas posições no ranking da Akamai nos próximos anos.

E o Brasil perde muito com a lentidão da internet. Para a estudante Mariana Ribeiro, 18 anos e moradora do Passo de Torres, com uma conexão mais rápida, aumentariam as possibilidades dos usuários na rede virtual. “O fato de o Brasil ter uma internet lenta é no mínimo injusto, pois é um serviço que ainda custa caro para a grande maioria da população. Com uma internet mais rápida, o conhecimento chegaria com maior velocidade aos brasileiros, teríamos acesso facilitado a todas as informações e possibilidades que a web oferece. E daí vai depender de cada brasileiro a forma como esse conhecimento imediato irá ser utilizado”, conclui Mariana.

Segundo pesquisa da consultoria Teleco, as operadoras e o governo precisariam gastar cerca de 100 bilhões de reais em infraestrutura para levar internet de alta velocidade para todos os cantos do país. Como o valor é muito alto para o mercado brasileiro, a tendência é que o Brasil não acompanhe os demais países no crescimento da velocidade da web. O país, por exemplo, ainda discute o leilão da tecnologia 4G, enquanto Coréia do Sul, Estados Unidos e países da Europa já oferecem planos com a tecnologia – que oferece velocidades de até 100 Mbps.

Apesar das velocidades baixas e dos preços altos, o brasileiro não deixa de usar a internet. Segundo a Akamai, o Brasil é, atualmente, o 8ª na lista de países que mais trocam dados na rede. O Brasil seria responsável por 4,4% do tráfego de dados na internet. O volume é considerado bastante expressivo. Ainda mais quando é comparado aos Estados Unidos, que responde por 10% de todo o tráfego.


Veja abaixo os dez países com melhor infraestrutura de internet, de acordo com a Akamai.

País
Velocidade média de conexão
1º - Coréia do Sul
17,5 Mbps
2º - Japão
9,1 Mbps
3º - Hong Kong
9,1 Mbps
4º - Holanda
8,2 Mbps
5º - Letônia
7,8 Mbps
6º - Suíça
7,2 Mbps
7º - Irlanda
6,8 Mbps
8º - República Checa
6,7 Mbps
9º - Romênia
6,4 Mbps
10º - Bélgica
6,1 Mbps
40º - Brasil
1,8 Mbps
 
*Com informações de Tribuna Hoje, Revista Info, Exame e Galileu

#3 REVIRAVOLTA COLETIVA - O SER COLETIVO!!!

DEBATE E ESCLARECIMENTOS: ATO NACIONAL UNIFICADO - A GARANTIA DA PARTICIPAÇÃO SOCIAL, NO PODER!


Primeira reunião na cidade de Vitória-ES para debate, ESCLARECIMENTOS e concepção do ATO NACIONAL UNIFICADO em prol do Plano Nacional de Participação Social - PNPS e da REFORMA POLÍTICA.

""URGENTE""
 
Muita gente aqui não tem percebido o momento político que estamos vivendo. Após a reeleição da presidente Dilma, os "esquerdistas" se viram em um clima de euforia por acreditar que isso apenas já resolveria todos os problemas mas temos más notícias. ISSO NÃO RESOLVEU!

Menos de uma semana após a reeleição a presidente (quem tem tentado a todo custo trazer mudanças que beneficiem o povo Brasileiro) sofreu um DURO GOLPE no Congresso, tendo este votado a favor de uma LEI que DERRUBA UM DECRETO PRESIDENDIAL que visava regulamentar os CONSELHOS POPULARES já instituídos e normatizar a criação de outros novos.

Esta lei ainda tem que passar pelo Senado pra que entre em vigor, mas ao que tudo indica pelas declarações de senadores na imprensa, é quase certo que seja APROVADA.

Este decreto que a presidente lançou é apenas uma das tantas intenções do GOVERNO FEDERAL de dar mais poder de FISCALIZAÇÃO, MEDIAÇÃO, e até mesmo de DECISÃO aos CIDADÃOS, uma forma de política mais PARTICIPATIVA e menos REPRESENTATIVA.
Acontece que essa derrota mostra a base frágil em que se apoia o Governo Federal, deixando-o mais uma vez sob os desmandos do PMDB e arriscando-o a não conseguir emplacar a tão sonhada REFORMA POLÍTICA, que tem o objetivo maior de libertar o pleito das DOAÇÕES DE CAMPANHAS das PESSOAS JURÍDICAS, dando assim mais liberdade para que os representantes possam legislar em BENEFÍCIO DO CIDADÃO, e não dessas grandes empresas.

Tenham como vislumbre que essas mudanças realmente não saiam do papel, e podemos então ter em mente um FUTURO TRÁGICO, onde, como não se conseguiu melhorar nada, a direita volte ao poder de forma mais aterrorizante como nunca, DESFAZENDO E ENTERRANDO todos OS AVANÇOS que tivemos nos últimos anos (com o risco ainda de termos JAIR MESSIAS BOLSONARO).

Tenham em mente que pode ser nossa última chance de provar que o povo tem voz, e que podemos pressionar os legislativo a atender aos nossos anseios.

PODE SER NOSSA ÚLTIMA CHANCE, É AGORA OU NUNCA! PRECISAMOS DE MILHARES DE PESSOAS PELAS RUAS DE TODO O BRASIL NO DIA DA VOTAÇÃO DESSE PROJETO NO SENADO!

NOSSO OBJETIVO É DE 20 MIL PESSOAS NAS RUAS DE VITÓRIA!
TODOS JUNTOS, TODOS OS PARTIDOS, OS SEM PARTIDO, OS QUE REALMENTE SE PREOCUPAM COM AS PESSOAS MENOS FAVORECIDAS. É NOSSA HORA DE ASSUMIR O COMPROMISSO!

TEMOS TAMBÉM A NECESSIDADE DE ESPALHAR ESSE EVENTO AOS 4 CANTOS DO PAÍS, PRA QUE TODAS AS CIDADES ORGANIZEM ATOS COM O MESMO INTUITO, FORMANDO ASSIM UM ATO ÚNICO E ORGANIZADO, UMA CORRENTE DO BEM E DO AMOR AO PRÓXIMO.

A reunião tem como intuito mobilizar a sociedade em REPÚDIO AO PROJETO DE LEI APROVADO ontem (TERÇA - 28/10) Na Câmara Federal, que derrubou o DECRETO PRESIDENCIAL (Resumo: clique AQUI!) que visa formalizar o Plano Nacional de Participação Social - PNPS.

Vide: clique AQUI

O DECRETO PRESIDENCIAL na íntegra AQUI!

É de extrema importância ressaltar que a participação popular em CONSELHOS POPULARES não abrange somente o interesse de um partido político específico e sim de TODA A SOCIEDADE.

Acompanhe o evento no FACEBOOK, clique AQUI!

LANÇAMENTO DO LIVRO "O ESTADO DO ESPÍRITO SANTO E A DITADURA (1964-1985)"!


ARTE EM TODA PARTE NA VILA DAS ARTES!!!