Mistérios e Segredos do Sítio Casarão

Mystery and Secrets of the ranch townhouse

terça-feira, 4 de agosto de 2015

OFICINA "CORPO EMARANHADO", NO SESC GLORIA!


"ALMA LATINA" - WORKSHOP DE DANÇA CIRCULAR, COM LÚCIA CORDEIRO, EM VIX!


sábado, 1 de agosto de 2015

II FEST'AVART JÁ É NOTÍCIA!

Agradecemos o Jornal da Serra por abrir espaço nas suas páginas para divulgar a II FEST'AVART, que movimentará a charmosa Vila das Artes com diversas atrações culturais, exposições, barracas de alimentação e inauguração das intervenções públicas que deixarão a vila ainda mais agradável!

Arte em toda parte, na Vila das Artes! Foto: Ádson Lima
A Vila das Artes e um cantinho especial que reúne diversos ateliers onde artistas e artesãos, residentes no local, realizam atividades culturais e ambientais e expõem suas obras. 

A Vila das Artes é arte em toda parte em um ambiente agradável, cercado de muito verde integrado a criatividade.

O II Fest'Avart será uma ótima oportunidade para quem ainda não conhece essa pequena Vila e desfrutar de seus encantos e belezas. 
Todos os ateliers estarão abertos, com exposição de obras produzidas pelos artistas residentes. Foto: Ádson Lima
O primeiro Festival, que aconteceu em outubro do ano passado, movimentou a pequena Vila das Artes com diversas manifestações culturais incluindo shows, apresentação do Coral de Manguinhos, exibição de filme, cortejo do Boi Graúna, varal de pinturas, desenhos e poesias espalhado belas bucólicas ruas da vila. O evento contou ainda com a apresentação do Mestre Nélio Torres
A Vila das Artes é um lugar incrível: criatividade integrada com a natureza. Foto: Ádson Lima
Este ano o II Fest'Avart conta com apoio da Prefeitura da Serra que além de fornecer equipamentos para o evento, realiza intervenções nas ruas da vila, conferindo mais conforto e beleza ao local.

O II Fest'Avart contará muitas atividades culturais que, mais uma vez, movimentará a região e surpreenderá os visitantes.



Confira a programação do II Fest'Avart:



sexta-feira, 31 de julho de 2015

DANÇA FLAMENCA NO SESC GLÓRIA!

   
Sesc Glória

A Dança Flamenca marcará presença no Teatro Glória Livre - Sesc Glória
 
COM - Alma Andaluza Cia. de Dança hoje (31/07/2015) às 19h26min
 
Ingressos R$10,00 inteira; R$ 6,00 conveniado e comerciante e R$ 5,00 meia 
 
Ficha Técnica: 
Direção cênica e coreográfica: Ivna Messina 
Elenco: Andreia Cristina Vargas, Giselle Ferreira e Ivna Messina 
Produção executiva: Edilamar Fogos 
Produções Figurino: Giselle Ferreira 
Iluminação: Carla van den Bergen 
Operador de Luz: Daniel Boone 
Operador de Som: Maria Fernanda de Brito Araújo 

CUIDADO: NEM TUDO É CULPA DA CRISE!

Neste cenário de crise, que aliás não é novidade tendo em vista que em todas as gestões presidenciáveis passamos pelo desgaste e fracasso dos "planos econômicos" dos governos que já nascem com esse destino, já que não foram elaborados para darem certo e sim para "maquiar" temporariamente o caos e nos dar a falsa sensação de que estamos vivenciando uma era de desenvolvimento em um novo Brasil.


Os corruptos que estão no poder fazem de tudo para se manterem nele e, os que estão fora, se esforçam para retomá-lo e, para isso, passam a maior parte do tempo tentando expor suas fragilidades em uma tentativa oportunista e politiqueira de nos convencer que o "poleiro" dos atuais empoderados é mais sujo do que os deles.

Na atual economia fracassada, tudo de ruim que acontece é atribuído a crise. Os meios de comunicação, como de hábito, tornam as notícias mais trágicas do que são, uma velha estratégia para garantir a disputada audiência as custa da desgraça, que lhes convém e que, para esses, são bem-vindas. Aliás, basta falar a palavra crise que muitos cidadãos fecham suas carteiras, cancelam viagens, compras, investimentos... e, com isso, antecipam uma crise que ainda nem começou, de fato. É como aquela falsa história de que a imprensa não deve falar sobre suicídios pois isso pode aumentar o risco. No caso de crise, isso é uma verdade!

UM EXEMPLO DE QUE NEM TUDO É CULPA DA CRISE:
Recentemente parei em uma casa de lanches que eventualmente frequento. Enquanto aguardava meu pedido, observei que um cartaz anunciava que estavam passando o ponto. Curioso, perguntei para as atendentes, que eram duas, por que estavam passando o ponto. Prontamente responderam que era por causa da crise, que era isso que a Dilma estava fazendo.

Bem, vamos de fato, aos fatos:

Primeiro, a culpa poderia sim ser da Dilma e de todos os outros presidenciáveis que já tivemos. Tendo em vista que em todos os governos passamos por crise e, nos anteriores, não só tivemos inflação como, também hiperinflação. Só no governo Color, a hiperinflação ultrapassou 1.500% (mil e quinhentos por cento), sem contar com o "confisco" das cadernetas de poupança dos brasileiros. Mas, nesse caso específico, da pequena casa de lanches, a crise não tem nada a ver com o seu fracasso. Vamos aos pontos que confirmam isso. 
Trata-se de um pequeno negócio estabelecido em um ponto comercial localizado em área super valorizada;

A casa de lanches esta em sua segunda administração. Os primeiros proprietários passaram o ponto por desavença na pequena sociedade que era formada por dois jovens. Aliás, na gestão desses a qualidade do lanche, o atendimento e o movimento eram, sem dúvida alguma, melhores;

Os primeiros proprietários é que trabalhavam no negócio ou seja: atendiam e faziam todo o serviço com eficiência e qualidade. Na atual gestão, são dois funcionários que ficam no estabelecimento e não o(a) proprietário(a);

Nos dias úteis, o estabelecimento fecha pontualmente às 18h, perdendo boa parte da freguesia que ainda circula pela região. Já aos sábados fecham, também pontualmente, meio dia. Nesse horário muitas lojas ainda estão abertas e o movimento é muito grande;

A qualidade dos lanches caiu e o atendimento deixa a desejar;

Por estar localizado em uma área comercial valorizada e com fortes concorrentes, o alto preço do aluguel e a contratação de funcionários compromete a receita. Trata-se de um empreendimento familiar ou que deve ser administrado pelos sócios proprietários.

Conclusão: foi a falta de boa gestão que comprometeu a manutenção do empreendimento e não a crise atual. Assim, o senso comum de que a crise é culpada por tudo de ruim que acontece no momento atual acaba beneficiando as velhas raposas corruptas que querem tomar o poder das velhas raposas corruptas que o ocupam. 
Um outro fato que podemos citar como exemplo de que nem tudo é culpa da crise é o fechamento de um tradicional hotel em Vitória. Na ocasião fizemos uma postagem sobre o assunto que, embora a mídia "gritasse" que é culpa da crise, consideramos que, na verdade, foi a falta de uma eficiente gestão, ou omissão dessa, que já sinalizava uma decadência do estabelecimento muito antes da crise chegar. (confira  AQUI, a postagem

Não permita ser manipulado por oportunistas corruptos que querem retomar o poder. O Brasil precisa de mudanças radicais e reeleger quem está ou já esteve no poder é garantir a manutenção da corrupção.




Votar no "menos ladrão" não acaba com a corrupção!
Mudança se faz, MUDANDO!
Chega de mais, do mesmo!

TEMPO NOVO